Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

22.10.23

15 meses de Rodrigo

Nuvem
Rodrigo 🩵 Rima com paz. Rima com sorriso. Rima com amor. Rodrigo. Este amor faz 15meses e parece que a nossa vida não existia antes dele...✨ Rodrigo. Meu menino de sorriso pronto e de apetite voraz🤭 Rodrigo. Parabéns meu amor!
17.02.22

Ciúmes de irmãos

Nuvem
  Uma das perguntas que mais me fazem é se o Francisco já sente ciúmes do bebé... E a verdade, é que apesar da personalidade forte dele e de ser muito protetor em relação a mim, ele não mostra qualquer pontada de ciúme. A primeira coisa que faz quando acorda é pedir para dar um beijinho na barriga e dizer "bom dia bebé" não vai para a escola sem lhe dizer adeus e quando volta a primeira coisa a a fazer é dar novamente um beijinho... dos muitos que lhe dá até se ir deitar. J (...)
20.01.22

O amor une o que a idade separa!

Nuvem
O meu avô e o meu filho. 83 anos separam estes dois seres de luz. Nasceram em épocas tão distantes que, no seu normal, veem a vida de forma completamente distinta. Mas une-os o amor. O amor e a forma ingénua como ambos vivem. A ingenuidade normal numa criança e que, no meu avô, o torna único.  Entendem-se nas suas brincadeiras. Entendem-se no olhar. Entendem-se no amor. Vejo no olhar do mais velho o orgulho de ser bivô. O orgulho de ser bivô deste miúdo que é impossível (...)
13.12.21

38 meses depois

Nuvem
38 meses depois, chegou ao fim a nossa jornada de amamentação. Não superou as minhas expectativas, porque sinceramente não as tinha!... Sempre vi a amamentação como algo que "se acontecer, ótimo! se não, ótimo também!". Não acho que seja melhor mãe porque amamentei este tempo todo, nem acho que fosse pior se só tivesse amamentado uma vez. A verdade é que tive muita sorte. O Francisco pegou bem desde a primeira mamada, não tive nunca uma única dor (tirando o dia em que (...)
23.10.21

A primeira vez nunca se esquece

Nuvem
Hoje, pela primeira vez, o Francisco não dormiu em casa. Foi a primeira vez, em mais de 3anos, que não dormiu aqui. Porque nunca foi preciso, e principalmente, porque ele nunca quis nem se sentiu preparado. A juntar a amamentação, nunca foi para ele opção. E sempre respeitámos isso. Por muito que houvesse dias muito cansativos e que os meus pais tentassem, ele nunca quis realmente. E respeitar o seu tempo foi sempre a nossa decisão. Há dois dias disse à avó que queria ir dormir (...)