Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

Sex | 11.10.19

Desafio de escrita dos pássaros #5

Estás na fila para o purgatório e Hitler está à tua frente. Ninguém o quer aceitar e a fila não anda

Nuvem

transferir.jpg

 

- Mas isto é sempre assim? - Estava à duas horas na fila e perguntei à senhora que estava à minha frente. Depois de uma vida sem graça e desgraçada, estava a caminho do Purgatório. Dizem eles que é para purificar a minha alma. Contudo, a fila tinha metros sem fim.

- Cheguei já há um tempo e ainda não mexeu. Dizem que quem está para entrar é Adolf Hitler...mas não o querem purificar. Dizem que é uma alma perdida e que não tem perdão... Mas ele recusa-se a abandonar a fila. Daí todo este impasse!

Detestava esperar. Tinha sido assim em vida e não deixara de o ser na morte. Tinha de saber o que estava para lá do Purgatório...queria saber o que me restava agora. Decidi caminhar até ao início da fila e ver o que poderia fazer... Chegando lá, dirigi-me ao porteiro.

- Desculpe. Não querendo incomodar, mas estou na fila à horas e não andou nem um centímetro. Sei que por aqui o tempo abunda e não estamos atrasados para nada...mas ainda vai demorar?

- Estamos com um problema minha senhora. Tem de aguardar no seu lugar! - disse ele com cara de poucos amigos.

Era verdade o que me dissera a senhora. Era Hitler quem estava no início da fila...

- Sabe meu senhor... eu percebo que não queiram que este "senhor" entre. Afinal, todo o sofrimento que ele causou não deve ter mesmo perdão. Mas haverá melhor forma de sabermos se o Purgatório é eficiente?

- Desculpe? Não estou a perceber onde quer chegar! - disse o porteiro cada vez mais chateado.

- Sim! É difícil haver uma alma tão corrompida como a dele. É difícil haver alguém tão egocêntrico, tirano, e triste como ele. Mas se a alma dele conseguir ser purificada, então todas o serão certo? Há esperança para todos os que estão no mundo!

 

Ficou sem palavras a olhar para mim. Virei costas e fui andando para o meu lugar. Tempo realmente era o que abundava por ali...mas pessoas como ele, não mereciam que perdêssemos nem um minuto por causa dele...

Quando cheguei finalmente ao meu lugar, já estava a fila a caminhar a passos largos. A mensagem tinha sido passada... e bem recebida.

20 comentários

Comentar post