Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Nas Nuvens de Um Terceiro Andar

Seg | 13.04.20

As rotinas em tempo de isolamento

Nuvem

O Piolho está em casa há um mês. Em que só saiu  para pequenos passeios com o triciclo.

Claro que há dias em que já está farto e fica difícil de conseguir entretê-lo em casa. Vê mais Panda do que o costume e do que gostaríamos, mas nisto tivemos de deixar de ser tão intransigentes e perceber que os tempos não são o "normal".

Mas, há coisas que não abdicamos. E manter as rotinas dele é uma delas. Porque, mais cedo ou mais tarde, ele voltará para a creche, voltaremos aos horários normais e se ele neste interregno não os fizer, será muito mais difícil esse regresso. Sei de mães que estão a optar por não fazer.  Que só fazem a sesta se eles quiserem e à hora que eles adormecem espontaneamente, que comem às horas que o resto da família come, mesmo que isso signifique ser duas horas depois do costume... Por aqui não. E não acho que é certo ou errado, é apenas a forma como nós decidimos viver esta altura que ninguém estava preparado e para a qual temos de nos adaptar.

O Piolho come às horas habituais tanto o almoço como o jantar e faz sempre a sesta depois de almoço, à hora que faria na creche. Isto é ponto onde não somos flexíveis. e não é por querermos ser maus e não o deixar brincar. É exatamente para que ele não perca as suas rotinas, para que esteja bem disposto, para que os dias não sejam ainda mais penosos de passar.

 

Tem corrido bem. Tirando um dia ou outro de mais birra, tem dormido bem a sesta, tem andado feliz e bem disposto. E sabemos que quando voltar vai ser difícil o desapego de nós, agora que está tão habituado a estar sempre connosco. Mas pelo menos os horários mantêm-se. Temos de minorar os danos colaterais desta pandemia... E para nós é assim que faz sentido.

 

E por aí, mantêm as rotinas ou estão mais relaxados e com poucas regras?

2 comentários

Comentar post